sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Um tesouro compartilhado




O Fundo Antigo da Companhia de Jesus na Argentina é um tesouro com 15.000 obras escritas e impressas, produzidas nos séculos XV e XVIII. Inclui clássicos gregos e latinos, livros de caráter cientifico, livros de devoção, de filosofia e humanidades, impressos nas mais importantes tipografias europeias e nas tipografias criadas pelos Jesuítas em suas Reduções. Pela quantidade e qualidade dos volumes que abriga, representa um dos maiores acervos da cultura Iberoamericana. Sua origem remonta as grandes Coleções dos Colégios de Buenos Aires, de Córdova, de Santa  Fé, das bibliotecas de outras Residências e da antiga Província Jesuítica do Paraguay.

Segundo pode constatar o Clarín para esta tarefa de recuperação dos volumes se organizou no colégio Do Salvador, na Capital Federal (Buenos Aires) um laborátorio de conservação e restauração, com assistência técnica do Instituto Ítalo Latino Americano e do Instituto Histórico da Companhia  de Jesus, ambos com sede em Roma  e com patrocínio privado. 

O trabalho inclui limpeza, inventário e catalogação dos livros. A maioria das cartas e dos registros que compõe esse acervo estão sendo digitalizados pelo Centro de Documentação Histórica Eclesiástica da Universidade Católica da Argentina; se estima que estarão disponíveis na internet nos próximos meses.

Nenhum comentário: