Encadernação Artística

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Livros que fazem sonhar


Histórias de Tia Nastacia obra de Monteiro Lobato editado pela Brasiliense em 1952, tipograficamente impresso com ilustrações de André Le Blanc é um charme, finalmente consegui completar minha coleção. Garimpei durante algum tempo em sebos e Eureka!!
 Nesta releitura  pulei o episódio da madrasta e fui direto a João e Maria, o bom diabo, o pinto sura. Porém a minha estória favorita é a Moura Torta.
  Monteiro Lobato desconhecia o "politicamente correto" dos dias de hoje.  Emília no final do conto afirma que sua ave predileta é a pombinha branca e pergunta a tia Nastacia qual é a sua. "A negra teve vergonha de dizer. A ave predileta de tia Nastacia sempre fora uma galinha bem gorda, das boas para fazer um molho pardo."
Li outro dia que estão para publicar  uma edição atualizada da obra de Lobato, adaptada .
 Atualizar ortografia, não chamar tia Nastacia de negra,  como  ficará texto? Imagino algo ilegível no estilo  .... A afrodescentente tia Nastacia teve vergonha de dizer. Sempre fora uma galinha bem light, das boas para fazer um molho pardo pré processado livre de gorduras trans...
Ora, cretinice tem limite. Essa é mais uma das tantas barbaridades que se comete contra a memória do nosso país em nome do "politicamente correto".    


Nenhum comentário: